VELVET REVOLVER VOLTA OU NÃO VOLTA?

Velvet original
Não sei se você se lembra, mas Slash, Duff Mckagan, Matt Sorum, Dave Kushner e Scott Weilland tinham uma banda chamada Velvet Revolver.

Dois álbuns foram lançados: Contraband, em 2004, e Libertad, em 2007.

Então, em 2008, Weilland – que também era o líder do Stone Temple Pilots – foi demitido, forçando a banda a entrar em hiato.
Seis anos depois, ainda estamos à espera de um novo vocalista – Sammy Hagar, Chris Cornell, Lenny Kravitz foram convidados, mas declinaram – e consequentemente um novo álbum.

Slash engatou uma carreira-solo e já está em seu terceiro álbum.
Duff Mckagan está pagando as contas, como colunista em revistas e membro-tampão em algumas bandas – já tocou no Whitesnake, Jane’s Addiction, e até voltou ao Guns N Roses.
Matt Sorum tem um projeto chamado Kings of Chãos.
E Dave fez a trilha sonora do seriado Sons of Anarchy.
Já Weilland, após ser demitido do Velvet, botou o STP de volta à estrada em 2010 e já foi demitido da banda também. Lançou dois álbuns solo e não deu em nada.

E agora, começou novamente a se movimentar para voltar ao Velvet – desejo pelo qual nenhum dos outros membros considerou.

O fato é que a grande estrela da companhia vai muito bem, obrigado, longe do Velvet. Slash está lançando um novo álbum-solo, engatará possivelmente uma terceira turnê consecutiva; está ganhando dinheiro sem precisar se sujeitar a nada. Pra quê voltar?

Seis anos se passaram e não apareceu sequer um vocalista que pudesse botar a banda de volta aos trilhos? Será mesmo?

Na minha humilde opinião, se quisessem, eles já teriam voltado.
E mais: basta pegar um cara que está matando cachorro a grito: Sebastian Bach.
Seu último álbum é horrorosamente enfadonho. Ruim de doer. Não tem como botar para ouvir no carro, você corre o risco de causar um acidente.
Então, peguem o cara, levem-no ao Velvet e, provavelmente com a criatividade de todos, se consiga chegar a um bom álbum.
Sebastian e Duff

Assim, afastam-se uns três fantasmas:
1-      Weilland percebe que as portas realmente se fecharam para ele;
2-      Bach insistir em lançar álbuns solo.
3-      Uma reunião do Skid Row original.

Mas tudo isso não significa nada porque o Slash continua com seu modus operandi; Bach continua se constrangendo se vestindo de Lady Gaga em programas de TV;
Mckagan continua sua saga para ser o recordista de participações em bandas de rock.


Vamos ver o que o futuro reserva.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE DE JOSÉ LUIS GARCÍA-LÓPEZ

ELLEN ROCHE COMO LARA CROFT

ME SENTINDO COMO VAL KILMER - 2