REALISMO É TÃO IMPORTANTE ASSIM?



Ainda falando a respeito do último filme da trilogia Batman, de Christopher Nolan.
Vi agora há pouco um texto sobre um crítico de cinema exaltando o quanto essa trilogia elevou o filme de super-heróis a um patamar acima do... infantil.
Que Vingadores é um filme infantil.
Que Christopher Nolan criou algo único e blábláblá. Bom, você pode concordar ou não com ele, lendo aqui.

Sobre Cavaleiro das Trevas, a história é arrastada, o Coringa é copiado descaradamente de Tyler Durden, de Clube da Luta, inclusive por aparecer e desaparecer “misteriosamente”. Mas Tyler tem uma justificativa para isso. O Coringa, não.
Aquele lance a respeito de Harvey Dent, o Cavaleiro Branco de Gotham, o romance com Rachel, a falta de confiança em Batman... é bem chato. Porque é moroso demais.

Em Batman Begins, é diferente. Tom Wilkinson como Falcone é um bandido ardiloso e frio, não tem medo de chantagear quem quer que seja para se livrar da prisão. O Espantalho, outro personagem muito “real”, um lunático, que utiliza de métodos peculiares para amansar seus pacientes.
E Ra’s Al Ghul, com sua promessa de limpar Gotham definitivamente.

Mas tem um filme da Marvel que conseguiu mostrar um vilão interessante, plausível, e nada infantil. Falo de Ivan Vanko, o Whiplash - em Homem de Ferro 2 - interpretado por Mickey Rourke, um personagem que tem na vingança pessoal seu modo de vida.

É legal o que ele fala sobre “Deus sangrar” e “os tubarões virão”. Ele sabe que não tem a menor chance contra o Homem de Ferro, mas mesmo assim quer mostrar que pode atingi-lo. Simples e bem-feito. Te faz torcer pelo vilão, porque ele não é exatamente um vilão. É um cara que acredita no que está fazendo, ao contrário de Tony Stark, que se vê mergulhado no desespero da possibilidade da morte pelo envenenamento através da única coisa que o mantém vivo.


Vejo Whiplash um vilão bem construído, aliado ao carisma do ator que o interpreta, que consegue atrair a multidão para seu lado, faz o espectador pensar. Não analisar algo como “como será que o Bruce Wayne sem dinheiro, sem meio de locomoção, fraco e desnutrido, voltou tão rápido a Gotham, que a propósito, está sitiada??? Ahhh, ele tem muito amigos, consegue fácil fazer tudo isso”. Não é assim. Você aí quer é muita boa vontade de quem está assistindo.

Talvez Homem de Ferro 3 surpreenda novamente, mas é lamentável ver Jon Fraveau longe do filme, já que ele ditou tudo aquilo.

Quanto ao infantilismo de Vingadores, nada mais é do que um filme para as massas, com Hulk trollando Thor e Loki, e Viúva Negra contando apenas com suas habilidades acrobáticas e astúcia, vencer quase sozinha toda a legião de aliens, enquanto o Capitão América, dotado de soro do supersoldado, e um escudo indestrutível, pena para bater em UM alien.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE DE JOSÉ LUIS GARCÍA-LÓPEZ

ELLEN ROCHE COMO LARA CROFT

ME SENTINDO COMO VAL KILMER - 2