TODA VEZ QUE VOCÊ VAI EMBORA, LEVA UM PEDAÇO DE MIM CONTIGO


João é um mistério.

Para si e para os outros.

Sabe que Audrey ama a Rômulo – e este se sente atraído por ela – mas, ainda assim, jamais perde uma oportunidade em cortejá-la.

Mesmo tendo todas as várias opções de romances que tem, João não consegue ficar sem cantar a garota.

E mesmo tendo Rômulo como um de seus melhores amigos.

Mas o jovem tem esse hábito... esse vício pelas mulheres.

São como sua droga, sua dopamina, sua motivação.

Assim como o crack.

Sua busca por euforia, excitação, sua necessidade de estar sempre “ligado”.

Tudo isso o levou a esse abismo.

Todos querem ajudá-lo, salvá-lo, tirá-lo dessa situação.

Principalmente Elisabeth.

E ela tentará de todas as maneiras livrá-lo dessa...

Ou afundar com ele.

vem aí

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE DE JOSÉ LUIS GARCÍA-LÓPEZ

ELLEN ROCHE COMO LARA CROFT

ME SENTINDO COMO VAL KILMER - 2