É IMPOSSÍVEL NÃO OUVIR AC/DC APÓS ASSISTIR A HOMEM DE FERRO 2...


Olá, pessoal, tudo bens?

Demorei mais do que deveria para voltar a postar atualizações no blog, certo?

De lá ra cá, muita coisa aconteceu... temos uma primeira Presidenta eleita, algumas pessoas se mostraram  preconceituosas e racistas e outras acharam que isso é motivo para linchamento em praça pública.
Eu penso da seguinte forma: preconceito sempre existiu e sempre existirá. Não tenho medo disso. O que
tenho medo realmente é quando tudo aparenta estar naquela "zona de paz". Todos são bonzinhos e
perfeitos. Ou seja, aquele velho ambiente de lobo em pele de cordeiro. Sorrisos genéricos não fazem bem a ninguém.

Mas, bem, voltando ao tema do post, quero falar que assisti finalmente a Homem de Ferro 2. Filmaço de
primeira!

É diferente do primeiro, embora dê continuidade à saga de Tony Stark.
Engraçado ver Sam Rockwell como Justin Hammer. A fase dos quadrinhos do Homem de Ferro que eu mais li, tinha justamente Hammer como vilão. Ele controlou de forma remota a armadura do Homem de Ferro, para que este assassinasse um diplomata estrangeiro e, assim, fosse condenado, deixando seu "patrão" - e rival de Hammer na corrida armamentista - vulnerável.

Como vingança, Stark, vestido como Homem de Ferro, foi buscar Hammer em sua própria ilha e acabou enfrentando uma legião de vilões de segunda linha, todos contratados pelo bandido-empresário.

Muito boa a saga, escrita [nos anos 70/80] por David Michelinie e desenhada por John Romita Jr.

Mas Sam Rockwell realmente encarnou com desenvoltura o rival invejoso de Tony Stark. A cena em que ele aparece em seu stand para mostrar suas novas armas, a dança, a necessidade de ser um showman, deu a Rockwell essa aura cool que Robert Downey Jr. inseriu em Tony Stark.

Já Mickey Rourke, embora estivesse bastante discreto, segurou o filme, como um vilão inteligente, cerebral e truculento. Muito interessante.

Scarlett Johansson, como Viúva Negra, é a melhor coisa do filme, com sua beleza exótica e sensual. Luta muito, exala sexualidade e os rompantes de ciúmes de Gwyneth Paltrow se mostraram justificáveis. Com as duas em cena, é difícil tirar os olhos da Viúva.

Falando do filme:

acho que essa nova história tira a anterior dos trilhos. A ideia original era que houvesse "alguém" [Mandarim?] por trás de tudo o que acontecesse contra Tony Stark. Claro que Justin Hammer poderia ser um testa-de-ferro, mas não é o que parece. Mesmo assim, Homem de Ferro 2 é uma história - tirando as referências ao vindouro Vingadores - muito boa. Tudo gira em torno de tecnologia e conquista. Mickey Rourke é Ivan Vanko, um físico, filho de outro físico, que nutre ódio pela família Stark. Por isso, após ver as novas estripulias de Tony, ele decide ir até o heroi para confrontá-lo. Tal atitude acaba por aproximá-lo de Justin Hammer. Juntos eles querem mostrar aos EUA - e ao mundo - que são melhores que a família [e as Indústrias] Stark.

Além disso, Tony precisa descobrir uma forma de resolver sua questão mortal - o problema no peito - que se agrava de forma impressionante. E seu grande amigo, e militar, James Rhodes, precisa decidir se o ajuda, por ser seu amigo, ou se o entrega ao governo, já que o Homem de Ferro é considerado uma "arma de destruição em massa".

E ainda temos a questão dos Vingadores, já que Nick Fury está mexendo suas peças para reunir esses superseres.

Confusão, explosões, ação, Robert Downey Jr. descontrolado, e a deliciosa Scarlett Johansson não faltam em Homem de Ferro 2.

Vamos aguardar o terceiro agora.

Sobre Os Vingadores:

corre um boato que o Marvel Studios quer cortar o orçamento do filme da superequipe de herois da editora. Eles querem fazer algo que não ultrapasse os 150 milhões de dólares. Se Homem de Ferro 2 custou 200 milhões, como eles querem fazer um filme com tantos personagens com necessidade de efeitos especiais e gastarem menos? Agora sabemos porque Chris Evans será o Capitão América... porque Mark Ruffalo será Bruce Banner... dinheiro, tudo é dinheiro.

E, em relação ao título do post, vejam o clipe abaixo...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE DE JOSÉ LUIS GARCÍA-LÓPEZ

ELLEN ROCHE COMO LARA CROFT

ME SENTINDO COMO VAL KILMER - 2