CORAGEM

Uma vez, um prisioneiro escapou do presídio, depois de 15 anos enclausurado.

Durante sua fuga, ele encontrou uma casa, arrombou e entrou.
Ele deu de cara com um jovem casal que estava na cama. Então, ele arrancou o
cara da cama, o amarrou numa poltrona e depois amarrou a mulher na cama.
O marido viu o bandido deitar-se sobre a mulher, beijar-lhe a nuca e logo
depois, levantar-se e ir ao banheiro. Enquanto ele estava lá, o marido falou
para sua mulher:
- Amor, ouça, esse cara é um prisioneiro, olhe suas roupas! Ele
provavelmente passou muito tempo na prisão e há anos não vê uma mulher, por
isso te beijou a nuca. Se ele quiser sexo, não resista não reclame, apenas
faça o que ele mandar, dê prazer a ele para que ele se satisfaça e vá embora

nos deixando vivos. Esse cara deve ser perigoso, se ele se zangar, nos mata.

Seja forte, amor, eu te amo!!!... 
E a mulher respondeu:
- Estou feliz que você pense assim. Com certeza ele não vê uma mulher há
anos, mas ele não estava beijando minha nuca. Ele estava cochichando em meu
ouvido. El e me falou que te achou muito sexy e gostoso e perguntou se temos
vaselina no banheiro. Seja forte, amor. Eu também te amo...!!! 


Moral da história:
*PEDIR CORAGEM AOS OUTROS É FÁCIL!!!*

Comentários

Alexandre Lobão disse…
Boa!
O texto também ilustra muito bem aquele ditado, de que pimenta no 'olho' dos outros é refresco! ;)

[]s

Postagens mais visitadas deste blog

ELLEN ROCHE COMO LARA CROFT

A ARTE DE JOSÉ LUIS GARCÍA-LÓPEZ

ME SENTINDO COMO VAL KILMER - 2