O BEM-AMADO

Quem foi o melhor personagem no filme O Auto da Compadecida, de 2000? João Grilo? Chicó? Não! Com certeza foi Severino de Aracaju, cangaceiro que é trapaceado por João Grilo na melhor sequência do filme.

E em Lisbela e o Prisioneiro, de 2003? Lisbela? Leleu? Que nada! É o matador Frederico Evandro [só o nome já é motivo pra rir!] que se vê num impasse quando se é contratado para matar o homem que salvou sua vida.

E o que os dois personagens têm em comum? Ambos foram interpretados por Marco Nanini.

E nos dois, ele foi apenas um coadjuvante. Sendo assim, sendo apenas parte do elenco de apoio, Nanini já arrebentou, imagine então se ele encabeçasse um elenco?

Pois as respostas virão agora, com O Bem-Amado.

O Bem-Amado é a adaptação da peça teatral [que se tornou novela e, depois desta, seriado pela Rede Globo] de Dias Gomes. A produção de O Bem-Amado é a mesma tanto de O Auto quanto de Lisbela.

Então, se manter a qualidade, é bem possível que virá um excelente filme por aí.

A minha única ressalva seria em relação a quem dá vida a Zeca Diabo: José Wilker. Acho que Tony Ramos conseguiria fazer melhor. Mas... vamos ver no que dá.

Fique com o trailer de O Bem-Amado [esse eu vi em Cinema em Cena].

Abraços!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE DE JOSÉ LUIS GARCÍA-LÓPEZ

ELLEN ROCHE COMO LARA CROFT

ME SENTINDO COMO VAL KILMER - 2