Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2007

Senhor das Armas

Imagem
Assisti a esse filme no final de semana, por indicação de meu amigo, Anderson Cossa. Puta filme! Talvez um dos últimos bons trabalhos de Nicolas Cage (já que depois vieram Motoqueiro Fantasma, O Vidente, urgh!), aqui ele está na pele de Yuri Orlov, um contrabandista de armas ucraniano que é bom no que faz e sabe disso. O roteiro é fantástico, bem amarrado, com um excelente diretor (Andrew Niccol, de Gattaca) e ótimo elenco de apoio (Bridgette Moynaham, Jared Leto, Ian Holm e Ethan Hawke). O final surpreende e nos mostra que às vezes estamos na merda, mas ainda assim podemos rir por último. Como? Assista ao filme.

Começou a Copa de 2010...

Imagem
...e a seleção brasileira, como de praxe, apresentou o futebolzinho de sempre, com as estrelas Kaka (é Kaka mesmo, e não Kaká), Robinho e Ronaldinho Gaúcho, entre outros.

Bem, confesso que já estou cheio de assistir a jogos do Brasil porque parece que agora tudo virou negócio. Anteriormente, para marcar um jogo, a seleção tinha que levar Ronaldo e Rivaldo. Agora são Kaka e Ronaldinho. O pior é que essas estrelas sempre jogam droga nenhuma e os ‘otários’ dos torcedores ficam esperando espetáculo. Acho que quem perde é o próprio futebol de nosso país.

Aliás, muito bacana foi a discussão entre Souza, camisa 10, da equipe do São Paulo Futebol Clube, e o técnico da seleção, Dunga. No resumão, Dunga demonstrou achar que só é bom quem joga na Europa, tratando os atletas de nosso país como ‘pernas-de-pau’.

Sei lá, tou ficando velho pra tudo isso, nada mais começa a fazer sentido nesse mundo estranho em que a gente vive. Bom, Deus, a física, a filosofia e as mulheres ainda fazem sentido, mas ac…

Ultra Lins # 2 e 3

Imagem
Vivi, Zek, Gabriel e Mayara, os Ultra Lins, campeões do Brasil, criados por Romahs, Israel Gusmão e Heli Mascarenhas, estão de volta para mais aventuras e muita ação. A edição de estréia mostrou a origem dos poderes do quarteto. Agora, eles já estão prontos para encarar qualquer desafio.

O vilão da vez é Mira Angá, um duende maligno que pode mudar de forma e manipular pessoas. Mira já foi pupilo de Sináh, de quem Vivi herdou os poderes, por isso, para a garota loira, o perigo é bem maior e pessoal, principalmente quando tem que fazer um acordo com o duende para salvar uma legião de mineradores presos nos subterâneos da Amazônia.

Romahs, Gusmão e Mascarenhas estão prestando um baita serviço pra garotada com as aventuras dos Ultra Lins. Quem curte X-Men, Novos Titãs, Novos Mutantes, vai curtir Ultra Lins com toda certeza!!

Serviço: Ultra Lins # 2 e 3. formato 19,0 X 26,0 cm, 28 páginas totalmente coloridas e com papel de qualidade. R$ 4,00 por edição.

Contato: igusmao@niltonlins.br ou entre…

Shortcuts

Imagem
Shortcuts seria uma coletânea de pequenas histórias de Rodrigo Alonso e Felipe Cunha. O grande destaque fica por conta da primeira história, Division Bells. O zine segue muito bem até o final. É engraçado quando dizem que o artista brasileiro só sabe copiar estilos, criar super-heróis que os levam a lugar nenhum. Não é o caso de Alonso e Cunha, uma dupla que vai dar muito o que falar ainda.

Serviço:

Shortcuts. Formato A5, 20 páginas, R$ 1,00
Contato: damagehead@gmail.com

Eterno # 1 e 2

Imagem
Eterno conta a história de um messias. Renato tem a missão de salvar o mundo, de reconfigurá-lo para os novos tempos. Mas, assim como Cristo, ele também precisa morrer para que o mundo viva.

Se levarmos a sério o mote, poderíamos encontrar em belo exemplo de heresia e coisa e tal aqui em Eterno. Mas não é o caso da trama, criada, escrita e desenhada por Rodrigo Alonso e Felipe Cunha. O que eles querem no caso é contar uma boa história e fazer o leitor pensar. E acredito que estão conseguindo. A trama segue uma linha estilo o que os gêmeos Gabriel Ba e Fábio Moon usam, mas acredite, Alonso e Cunha botam os gêmeos no chinelo.

Vale a pena conferir.
Serviço:

Eterno # 1 e 2. formato A5, 12 páginas por edição, R$ 1,00 cada.
Contato: damagehead@gmail.com

Eternos # 1 de 4

Imagem
A trilogia Matrix – a primeira parte, principalmente – fez muito bem, mas também muito mal à cultura pop mundial. Tudo bem, o filme de 1999, que revolucionou a forma de se fazer cinema, com religião, filosofia e ação ditando as regras, fora copiado descaradamente em todos os seguimentos no início dos anos 2000, seja em clipes de músicas (Backstreet Boys, Vitória Backham, Bon Jovi, entre outros), seja no próprio cinema (13º Andar, Equilibrium). Mas nos quadrinhos a coisa ficou bem pior. Parecia que tudo tinha que ter a ‘receita’ Matrix de sucesso.

A Marvel por exemplo, quando quis refazer a origem de Stephen Strange, + conhecido como Dr. Estranho, recorreu à fórmula do ‘escolhido’ para criar um certo interesse por parte dos leitores. Como uma Cleo chupando o visual de Trinity e um Stephen Strange relutante, bem como Neo, só que com menos caráter, J. M. Straczinski, seguiu perfeitamente sua fórmula.

Filmes que prometem!!

Imagem